Ouvir Música

Xutaxuxuta

Red Eyes Gang

Xuta a xuxuta vai escuta o meu desejo,
Não precisas de vir com truques, não te chamo puta nem te aleijo,
So preciso de carinho e beijo e poder vasar a bilha,
Palmadas nesse rabo como se fosses minha filha,
Sabes que tempo é dinheiro por isso eu vou directo ao assunto,
Sei que não me vais deixar com fome, partilha lá desse teu presunto,
Porque apetite sexual sei que toda a mulher sente,
Caga nos dedos e no vibras que eu tenho aqui o teu presente,
O amor é relativo, esquece lá o compromisso,
Se só precisas de um incentivo, eu fodo sem preservativo,
Não quero ver-te prenha, so te quero rachar a lenha,
Bicos até que eu me venha, por favor dama abocanha!
Sem manha tira a senha mas primeiro limpa a nhanha,
No jogo do apanha é sempre a menina que ganha,
Jogo suave, não arranha,
So espero que a miss não tenha um túnel do rossio
Porque as cadelas de hoje em dia já nã esperam pelo cio,
Fodem no escuro depois não sabem quem lhes partiu,
É tanto brio que tiram a cueca sem dar um pio.
No fim do tunel vejo a puta,
Mas eu quero é fruta por isso dama xuta a xuxuta,
Sem truques, xuta xuta xuxuta xuxuta sem truques.

Mostra só xarito, manda as damas xutarem xuxuta!
A gente quer é xuta a xuxuta.

Xuta a xuxuta por isso xuta só,
Adoro quando rebolas, há sempre luta pró k.o.
Queres matar a minha sede, eu vou matar o teu desejo,
Acariciar-te, baixa assim para na boca dar-te um beijo.
Quero sentir o teu corpo colado ao meu,
Faz fogo dá faísca, só eu sei sou quem petisca.
Sou o homem que te devora, és a mulher que me consome,
Dás luz à minha vida, a dormir falas meu nome,
Dizer palavras de amor nos nossos tempos passados,
Dar de noite brilhantes acamados são gramados,

Ai ai ai ai ai, cima e baixo puxa e vai,
Ai ai ai ai ai, cima e baixo puxa e vai,
Vai la vai vai vai.

Balawild, d.nuno, é o xarito e o ss, arrentela, chakras 2005.

Então vai lá vai,
Olha amiga está na hora,
Levanta esse cuzinho e põe-te daqui pra fora,
Agora xuxuta xuxuta por isso xuta só,
Só querem cu tremido, namorado de pópó,
Ilusão perseguida no transporte do teu cão,
Armada em atrevida uma bala bem batida,
Vais vivendo assim a vida e sonhando com o verão,
Porque não vens? mostra-me o que tens!
Porque não vais? eu vou contigo até cascais,
Tenho ali o meu bm, foi a pronto pagamento,
Trabalho todo o dia e a ti eu te sustento,
Movimento nocturno é o teu prato do dia,
De top e mini-saia se tentasse eu conseguia,
Essa dama vê que tem, é sensual como ninguem,
É bela e abusada, uma cintura desenhada,
Coisa boa vem que quero agarrar-te junto aqui,
Só os dois sozinhos, provoques quero pedir,
Quero-te provar e saber se é verdade
Quado rebolas esse rabo me deixando com vontade,
Eh miúda começaste dominada com uma mão,
Dois beijos, como estás? venha de lá esse rabão,
Pensavam (pensavam?) já nesse tempo tu gostavas,
Mãozinha na maminha, no rabinho até flipavas,
A coisa agora é mais séria, a curiosidade matou o gato,
Não queres ninguem do bairro, so queres o doutor de fato,
Sabes bem que nao pode, o bacano nao aguenta,
Virou-tos para o ar, despercebida fica atenta,
Desperdício podes crer, quero-te é pró meu lado,
Já vi que não me dás anda pois nao sei cantar o fado,
Tou a pé não baza nada, tou de fato de treino e cap,
E a pensar em ti eu escrevi-te este rap,
Atacando a tua mente pra colher a tua fruta,
Se deixar eu faço assim por favor não me dá luta,
Xuta xuxunguta, xuta xuxuta!

Xuta a xuxuta por isso xuta só,
Adoro quando rebolas, há sempre luta pró k.o.
Queres matar a minha sede, eu vou matar o teu desejo,
Acariciar-te, baixa assim para na boca dar-te um beijo.
Quero sentir o teu corpo colado ao meu,
Faz fogo dá faísca, só eu sei sou quem petisca.
Sou o homem que te devora, és a mulher que me consome,
Dou voz à tua vida, a dormir falas meu nome,
Dizer palavras de amor nos nossos tempos passados,
Dar de noite brilhantes acamados são gramados,

Ai ai ai ai ai, cima e baixo puxa e vai,
Ai ai ai ai ai, cima e baixo puxa e vai,
Vai la vai vai vai.


Yo, xuta a xuxuta, quero-te ver rebolar,
Não te vou chamar de puta mas vou-te avacalhar,
Aqui com o balawild, xarito e ss,
Não te dês valor, mostra a tua tangueps,
Sabes que aqui o people é relax,
Vamos para a caminha descarrega o teu stress,
Eu sei que já ouviste dona de casa, boa mãe e uma puta na cama,
Se for preciso despe, se for preciso mama,
Drama tu não vais fazer,
Seja na rua ou na cama vou te dar bué da prazer,
A tua pitada vai ter mais água que a barragem do mocinho
Não vou com pressa, penetro devagarinho
Vou abusar do teu corpo, fazer filmes em directo,
Vais chupar a minha pila tipo chupas o cornetto,
Yo dama, não quero lasanha na catota,
Abocanha! sejas nova ou sejas cota,
Ai ai como disse balawild,
Seja com cio ou sem cio toda a cadela vai
Yo, gira o teu corpinho, rebola devagarinho
Que homem que é o homem gosta de putas e vinho,
(com mindinho) faço-te ir até à lua,
Se quiseres aventura aparece lá na rua.

Xuta a xuxuta por isso xuta só,
Adoro quando rebolas, há sempre luta pró k.o.
Queres matar a minha sede, eu vou matar o teu desejo,
Acariciar-te, baixa assim para na boca dar-te um beijo.
Quero sentir o teu corpo colado ao meu,
Faz fogo dá faísca, só eu sei sou quem petisca.
Sou o homem que te devora, és a mulher que me consome,
Dou voz à tua vida, a dormir falas meu nome,
Dizer palavras de amor nos nossos tempos passados,
Dar de noite brilhantes acamados são gramados.

Ai ai ai ai ai, cima e baixo puxa e vai,
Ai ai ai ai ai, cima e baixo puxa e vai,
Vai la vai vai vai.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados