Rosto Molhado

Roberto Barreiros

Enxugue o pranto meu amor não chore não
Rosto molhado pra você não fica bem
Seu novo amor lhe maltrata o coração
Seu sofrimento só me faz sofrer também

Faça de conta que seu pranto derramado
São gotas d’água do oceano da ilusão
Todas caídas do azul de seus olhinhos
Vindas do triste temporal do coração

Eu quero ser o Sol da tarde pra enxugar
Seu lindo rosto no verão de meu calor
Com os meus beijos beberei todo o seu pranto
Para matar a minha sede de amor

Não chore mais porque teu rosto se entristece
E eu não quero ver você tão triste assim
Irá de novo clarear a nossa estrada
Quando você se decidir voltar pra mim

Essa pessoa não merece o teu pranto
Volte depressa antes que seja pior
Tire da vida o que a impede ser feliz
Para nós dois o amanhã será melhor
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados