Sobre Uma Foto Amarelada

Rui Carlos Ávila

Um olhar de longe me vidrou os olhos
Trazendo de tempos, restos de um passado
Que ficaram presos por trás da moldura
On de um tempo moço foi-se amarelado


Que sonhos teria esse olhar de ontem
Pensaria ele em mandar nos ventos
Saberia ele que somos moldados
E seguimos como decidir o tempo


Uma borboleta pousou na moldura
Misturando as cores qeu suas asas têm
Com a palidez dessa foto antiga
E a inércia toda que ficou de alguém


Quem roubou as cores da fotografia
E tirou os sonhos daquela menina
Terá sido o tempo, senhor dessas terras
Que regou de sonhos suas claras retinas


Explicar não sei, fica além da conta
O que o tempo sabe e nunca nos diz
Por que leva os sonhos assim de repente
Logo quando a gente ia ser feliz


Se desfaz o sonho se ficamos quietos
Que depois do adeus nos resta quase nada
Nem todas as cores de uma borboleta
Vão dar vida nova a uma foto amarelada
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados