1. 1

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2024 - Capítulo 4, Versículo 3 - Da Rua e do Povo, o Hip-Hop: Um Manifesto Paulistano

  2. 2

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2011 - A Música Venceu

  3. 3

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2017 - No Xirê do Anhembi, A Oxum Mais Linda Surgiu... Menininha, Mãe da Bahia, Ialorixá do Brasil

  4. 4

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 1998 - Banzai! Vai Vai

  5. 5

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2000 - Vai-Vai Brasil

  6. 6

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2022 - Sankofa

  7. 7

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1996- A Rainha, A Noite Tudo Transforma

  8. 8

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2002 - Guardado À Sete Chaves

  9. 9

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2019 - Quilombo do Futuro

  10. 10

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1980 - Orgulho da Saracura

  11. 11

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1982 - Orum Aye o Eterno Amanhecer

  12. 12

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2018 - Sambar Com Fé Eu Vou

  13. 13

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-enredo 2015 - Simplesmente Elis, a Fábula de Uma Voz Na Transversal do Tempo

  14. 14

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2020 - De Corpo e Álamo

  15. 15

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1981 - Acredite Se Quiser

  16. 16

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1990 - 60 Anos No Reino Das Bananas

  17. 17

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2001 - O Caminho da Luz, a Paz Universal

  18. 18

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2005 - Eu Também Sou Imortal

  19. 19

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 1997 - Liberdade Ainda Que Vai-Vai

  20. 20

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2013 - Vinhos do Brasil

  21. 21

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1983 - Se a Moda Pega...

  22. 22

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1984 - O Sol da Onça Caetana Ou Miragens do Sertão

  23. 23

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2006 - São Vicente: Aqui Começou o Brasil

  24. 24

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2007 - O 4º Reino, o Reino do Absurdo

  25. 25

    G.R.C.S Vai-Vai - Tributo À Velha Guarda

  26. 26

    G.R.C.S Vai-Vai - 2016 - Je Suis Vai-vai - Bem-vindos À França

  27. 27

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1977 - José Maurício Músico do Brasil Colonial

  28. 28

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 1978 - Na Arca de Noel Quem Entrou Não Saiu Mais

  29. 29

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2004 - Quer Conhecer São Paulo? Vem pro Bixiga pra Ver

  30. 30

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2008 - Vai-Vai Acorda Brasil

  31. 31

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2009 - Mens Sana, In Corpore Sanun - o Milênio da Superação

  32. 32

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2010 - 80 Anos de Arte e Euforia

  33. 33

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2012 - Mulheres Que Brilham

  34. 34

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba Enredo 2014 - Nas chamas da Vai-Vai , 50 Anos de Paulínia

  35. 35

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 1975 - O Guarani

  36. 36

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 1999 - Nostradamus

  37. 37

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2003 - Entre Marchas, Galopes e Cavalgadas

  38. 38

    G.R.C.S Vai-Vai - Samba-Enredo 2023 - Eu Também Sou Imortal

Samba-Enredo 2024 - Capítulo 4, Versículo 3 - Da Rua e do Povo, o Hip-Hop: Um Manifesto Paulistano

G.R.C.S Vai-Vai

Olha nós aí de novo, coroa de rei
Capítulo 4, Versículo 3
Vai-Vai manifesta o povo da rua
É tradição e o samba continua

Olha nós aí de novo, coroa de rei
Capítulo 4, Versículo 3
Vai-Vai manifesta o povo da rua
É tradição e o samba continua

Laroyê, axé
Me dê licença, saravá, seu Tranca-Rua
Eu não ando só
O papo é reto e a ideia não faz curva
Renegados da moderna arte
Não faço parte da elite que insiste em boicotar
Acharam que eu estava derrotado
Quem achou estava errado
Corpo fechado, sou cultura popular
Meu verso é a arma que dispara
E a palavra é a bala pra salvar

Balançou, balançou o Largo São Bento
Moinho de vento, a ginga na dança
Grande triunfo do movimento
No breaking o corpo balança
Balançou, balançou o Largo São Bento
Moinho de vento, a ginga na dança
Grande triunfo do movimento
No breaking o corpo balança

Solta o som, alô, DJ
Que eu mando a rima pra embalar manos e minas
Na batida perfeita, meu rap é a voz
As cores da minha aquarela
No muro, a tela que o tempo desfaz
Mas apagar jamais (Vai-Vai, Vai-Vai)
A força do conhecimento
No gueto, procedimento
Atitude de gente bamba
Tem hip-hop no meu samba

É preto no branco, no tom do meu canto
Preconceito nunca mais
Fogo na estrutura
Justiça, igualdade e paz

Olha nós aí de novo, coroa de rei
Capítulo 4, Versículo 3
Vai-Vai manifesta o povo da rua
É tradição e o samba continua

Olha nós aí de novo, coroa de rei
Capítulo 4, Versículo 3
Vai-Vai manifesta o povo da rua
É tradição e o samba continua

Laroyê, axé
Me dê licença, saravá, seu Tranca-Rua
Eu não ando só
O papo é reto e a ideia não faz curva
Renegados da moderna arte
Não faço parte da elite que insiste em boicotar
Acharam que eu estava derrotado
Quem achou estava errado
Corpo fechado, sou cultura popular
Meu verso é a arma que dispara
E a palavra é a bala pra salvar

Balançou, balançou o Largo São Bento
Moinho de vento, a ginga na dança
Grande triunfo do movimento
No breaking o corpo balança
Balançou, balançou o Largo São Bento
Moinho de vento, a ginga na dança
Grande triunfo do movimento
No breaking o corpo balança

Solta o som, alô, DJ
Que eu mando a rima pra embalar manos e minas
Na batida perfeita, meu rap é a voz
As cores da minha aquarela
No muro, a tela que o tempo desfaz
Mas apagar jamais (Vai-Vai, Vai-Vai)
A força do conhecimento
No gueto, procedimento
Atitude de gente bamba
Tem hip-hop no meu samba

É preto no branco, no tom do meu canto
Preconceito nunca mais
Fogo na estrutura
Justiça, igualdade e paz

Olha nós aí de novo, coroa de rei
Capítulo 4, Versículo 3
Vai-Vai manifesta o povo da rua
É tradição e o samba continua

Playlists relacionadas Ver mais playlists

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados