Ouvir Música

Mulher da Roça

Vandaluz

''Eu fui buscar uma mulher na roça
Que gostasse de Samba, que não
Gostasse de Bossa. Uma semana depois
Que aqui chegou mandou esticar os
Cabelos e as unhas dos pés pintou.
Foi dançar na Gafieira e nunca mais
Voltou.''

Poema:
Amanda

Amanda Braza, saiu de casa,
Passou baton e quebrou a asa.
Esculturada. a mais notável,
Que voz bonita, que tom amável.

Entrou no bar, alguém a olhava.
Num só segundo, notou que amava.
Pensou:
Meu silicone são mamas eternas
E o meu ''cacho'', fracasso entre
As pernas.
- Ó Deus, faço tudo que quiser,
Mas não me deixe gostar de mulher!

A outra, na dúvida pior do mundo,
Não sabia que Amanda, era Raimundo.
Pensou:
- Ó Deus, faço tudo que quiser,
Mas não me deixe gostar de mulher!

Relutaram contra a força do destino,
Sem saber que em seus olhos, já casavam
A menina com o menino.
Nas vibrações do amor latente, foram
Viver maritalmente.
Pareciam inocentes noutros assuntos, mas
Quando transavam gozavam juntos.
Vícios, complexos e papos, compensavam
Seus trapos.
Mas, vejam só o que Amanda fez:
Virou macho de vez! O Raimundo Burguês!!

- Adeus Raimundo e sua face mesquinha,
Não sou mais sua escrava de cama e
Cozinha, você era doce, não tem o que
Tinha. Te cuida, amor.
Te amo, Mundinha.
Adeus.
Adeus.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados