Pula Pula

Via Perimetral

O povo sobe montanha o povo caminha a pé
Perde mais do que ganha a maioria é ralé
Na correria o pai procura sempre seu filho
Que já subiu a pipa, pois o bonde tá vindo
É o rotina todo dia luto e aquele clima
O menino não se apaixona pela menina
Quanta coisa mudou só no meu tempo de vida
Eu fico bobo como o povo ainda pula

(Pula pula pula)
Ele faz sua festa
Ele faz a sua farra
Balança o "Maracá"
E faz da paz a sua guerra e da guerra sua paz

O brasileiro tem a corda no pescoço
Economiza no café pra somar no almoço
Monta sua grife com pedaço do seu couro
E costura sua vida com sorriso no rosto
O jogo não é mole o "A" é verdadeiro
Sexo maioria por dinheiro
A casa é de madeira e o planalto uma latrina
Eu fico bobo como o povo ainda pula

(Pula pula pula)
Ele faz sua festa
Ele faz a sua farra
Balança o "Maracá"
E faz da paz a sua guerra e da guerra sua paz

E chora quando olha pra trás
Ele vê. Ele olha a mesma roupa. Sua história

Na televisão IBOP é bunda e guerra
A moda agora é viajar com dólar na cueca
Viramos pedra no meio de tanto tijolo
Ficamos fracos perdemos e viramos loucos
Jogados na calçada dormindo em baixo da ponte
Vasculhando as lixeiras pra ter uma chance
Mas me orgulho da disposição no dia a dia
Eu fico bobo como o povo ainda pula

E pede mais uma rodada de "cerva"
Outros se consolam com uma ceda e uma erva
E se escondem atrás da sua mente
Mundo solitário lá do subconsciente
Segunda, terça, quarta, quinta... Essa rotina
Chegou na sexta a balada é a melhor saída
Sem um puto no bolso ele paquera a menina
Eu fico bobo como o povo ainda pula

Ele faz sua festa
Ele faz a sua farra
Balança o "Maracá"
E faz da paz a sua guerra e da guerra sua paz
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados