Fado Antigo

Vicente da Câmara

De tanto ter cantado
Já nem sei o que é chorar
Dando alívio à minha mágua
E às vezes quando canto
A minha dor sinto tanto
Tenho os olhos rasos de água
E às vezes quando canto
A minha dor sinto tanto
Tenho os olhos rasos de água

E à noite quando me ouvires
Se saudade ainda sentires
Do tempo que já passou
Escusas de pedir perdão
Que o meu pobre coração
Já tudo te perdoou
Escusas de pedir perdão
Que o meu pobre coração
Já tudo te perdoou

Enquanto a guitarra toca
A minha saudade evoca
Os dias que já vivi
E então como um lamento
Elevo ao céu o pensamento
Que trago agarrado em ti
E então como um lamento
Elevo ao céu o pensamento
Que trago agarrado em ti
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados