Branca

Zequinha de Abreu

Há tempos a vi
Que eu a conheci
Ela era linda
Um primor de amor
Misto de estrela e de flor
Mas, também sofreu, eu sei vou contar
Pois, li naqueles olhos, cansados de chorar
De tarde, ao chegar, os trens um a um
Ela viu desembarcar um estranho tentador, e branca a
Cismar num sonho de amor
Ficou logo apaixonada do mancebo tentador!
Mas, esta flor, não sentiu florir o amor
Nunca o sentiu florir... Porque ele teve que partir
Viu-o embarcar como um dia, após o amar. E nunca mais, não
Sentiu seu puro amor, do jovem tentador!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados