Amar sem ter amado

Zequinha de Abreu

Valsa
Zequinha de Abreu/Nero Demosthenes


Sei que amar,
É sofrimento é dissabor,
É viver num penar,
Todo cheio de dor,
Tem certeza, mas é melhor,
Do que morrer e não ter amado.
Não gozar do encantado sabor,
Deste sonhar olhado.

Ò Deus quanto é belo,
Dar o nosso beijo,
De sublime anhelo,
Que doçura que isso tem
Mas quanto é tristonho,
Não ter este sonho,
E enfim, terminar,
Sem poder amar.

Intervalo:

Sei que amar,
É sofrimento é dissabor,
É viver num penar,
Todo cheio de dor,
Tem certeza, mas é melhor,
Do que morrer e não ter amado.
Não gozar do encantado sabor,
Deste sonhar olhado.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados