Avatar de: Caju & Castanha

Caju & Castanha

http://www.trama.com.br/caju_e_castanha/index.html

Playlists
    1. A Mulher Bonita E A Feia
    2. O Pobre e O Rico
    3. Mulher De Amigo Meu
    4. Futebol no Inferno
    5. Poesia do "CU"
    6. São Paulo X Corinthians
    7. O Crente E O Cachaceiro
    8. O Ladrão Besta E O Sabido
    9. Vendedor de Bucetas
    10. Flamengo X Vasco
    11. Embolando Na Embolada
    12. O Peido do Nordeste
    13. A Mulher do Corno Rico e a do Corno Pobre
    14. O Poder Que a Bunda Tem
    15. No Rap Ou No Repente
    16. A Herança da Minha Vó
    17. So Putaria
    18. Coco do Trava Língua
    19. Desafio do Fla-Flu
    20. Corno X Prostituta
    21. Corinthians X Palmeiras
    22. Brasil x Argentina
    23. Futebol no céu
    24. Salário Do Deputado E Salário Do Operário
    25. Santos x Corinthians
    26. Toque Meu Bem
    27. A Gorda
    28. Escola Nota Dez
    29. Corinthians x Santos
    30. A Fome Zero Zerou
    31. Duvido Você Dizer
    32. Todo Dia Na Escola
    33. Corno Rico E Corno Pobre
    34. Embola Rep
    35. Vitória X Bahia
    36. Professor de Embolada
    37. Vamos Cantar Embolada
    38. A marvada pinga
    39. Pelé Ou Maradona
    40. Melô da CPI
    41. O Taxisista
    42. Humilhando Ronaldinho
    43. Futebol Lá No Céu
    44. Casa de Corno
    45. Gaguinho
    46. Quem Ta Parado É Viado
    47. Forró Putaria
    48. O Véio
    49. Sofrimento No Busão
    50. Duvido Você Dizer
    51. Bunitin, Cherozin, Charmozin
    52. O Jogo Dos Cornos X Prostitutas
    53. Beijo no escuro
    54. Zé Vigia
    55. Cuidando da Natureza
    56. De tudo um pouco.
    57. Desafio Em Carreirão
    58. Água Fora Da Bacia
    59. Porfia De Caju E Castanha
    60. DNA - A Verdade Vai Mostrar
    61. O Filho do Dr. E A Criança
    62. Santa Cruz X Sport
    63. História e Glória (O Nascimento)
    64. Filho Do Dr. E A Criança
    65. Menina Diet
    66. Truva de São Paulo X Corinthians
    67. O Socó e a Aranha
    68. A história do Mamute
    69. Andando de Coletivo
    70. Torcida Brasileira
    71. Fa Vela da Rocinha
    72. No Aboio de Vaqueiro
    73. Eu não agüento mais
    74. Caju Um Guerreiro
    75. A Fome Zerou Zerou
    76. O Corinthians Dando Olé
    77. Bahia X Vitória
    78. O Carrité do Coroné
    79. Botafogo X Campinense
    80. Lavadeira do Rio
    81. Vindo Lá da Lagoa
    82. Bigorrilho
    83. Melô dos camelôs
    84. Purucutruco
    85. Forrómangue
    86. Pra Que Chorar
    87. A luz da lua
    88. Tô Doidin
    89. A modinha do fuscão
    90. Nossas manchas
    91. Em frente à casa dela

    Vamos Cantar Embolada

    Caju & Castanha

    Composição: Castanha/Djalma Gomes

    |Ô Caju, vamos cantar embolada
    |Ô Castanha, me espere que eu vou cantar
    |Ô Caju, vem topar essa parada
    |Ô Castanha, no jogo de improvisar

    Eu sou Castanha embolador
    Faço versos e toada
    Canto coco de embolada
    Sem a língua bombear
    E pra cantar e palestrar
    Não tem bom nem tem ruim
    Sou madeira que o cupim
    Teve preguiça de cortar

    Eu sou Caju sou cantador
    Sou o bom da embolada
    E você não canta nada
    Só tá querendo zoar
    Não venha me maltratar
    Que você não é cantador
    Você é um gigolô
    Lá das negas do fuá

    REFRÃO

    Ô seu cara de babaca
    Procure me respeitar
    Com essa cara de vaca
    Você não sabe cantar
    Eu não te ensinei assim
    Pra você cantar errado
    Com esse jeito de viado
    Chega de desmunhecar

    Você me chamou de viado
    Eu não sou viado não
    Tu fica na Ipiranga
    Com a avenida São João
    Com essa cara de trouxa
    A noite rodando bolsa
    Correndo atrás de machão

    REFRÃO

    Você não esqueça não
    Que você é cheira cola
    Vi você pedindo esmola
    Lá no trem da estação
    Foi preso como ladrão
    Roubando velho aleijado
    Levou um couro dobrado
    Pra ser um bom cidadão

    Não diga isso comigo
    Que eu sou o seu irmão
    Quantas vezes te peguei
    Bobo caído no chão
    E os cachorros vira-latas
    Já fazendo confusão
    Pra beijar tua boca
    E tu dormindo sem roupa
    Num bar da Consolação

    REFRÃO

    Foi a sua obrigação
    Você ir me buscar lá
    Empregado é pra fazer
    O que o seu patrão mandar
    Se você achar ruim
    Eu não vou te pagar mais
    Te tirei do orfanato
    Me respeite eu sou o seu pai

    Você nunca foi meu pai
    Pra querer mandar em mim
    Meu pai nunca ficou bebo
    Nas portas do botequim
    Apanhado pelas ruas
    Feito um cachorro sem dono
    Sem casa no abandono
    Igual a um bicho ruim

    REFRÃO

    Me desculpe companheiro
    Isso tudo é brincadeira
    Essa é minha maneira para vocês animar
    Eu não gosto de brincar
    Conosco não tem façanha
    Somos Caju e Castanha
    Obrigado Pessoar

    REFRÃO

    1. Faça seu login e cadastre-se
    Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
    -