Ouvir Música

A Crônica do Nada

A286

E pelas nave, os Nike, é quente
quantos que deixou de tá com a gente
Hoje no pião, na quadra batendo uma bola
Na sombra das praça queimam as neura feito vulto
“Pra disbaratina os bico sujo” orgulhoso e sem futuro
Será que mudou tudo, será que sempre foi assim?
Hoje nóis só soma neurose nos quartinho tio é assim
Os corre atrás de um qualquer pra garantir o dia seguinte
E vive de multa e migué abraça, só história triste
É triste mesmo recorda a banca e vê
Que 99% desandou cedo nas brisa e nos rolê
Da pra contar nos dedo quantos que não acabou preso óh
Pelas vodca e as cocota, tio.. mó b.ó
Quantos Neymar de escola que cê podia jurar acabar na Europa
Aposentou a carreira pelas carreira de coca, é foda
E depois de mó cota só cicatriz e tatuagem
No pião locão de a pé moiado e cheio de passagem
Porra é minha infância que vejo largado lá
Fudido, jogado bêbado no chão da porta de um bar
Esperando sei lá o que...condenado pela quebrada
Não mudou pela coroa tru, muda mais por nada
Podia tá com a família no parque sabadão não
Ta dando ripa e despesa com jumbo e advogado
Obsessão do carai o fardo das ruas
Que mata vários nóis até vela chora mas não muda nunca
Século 21 entre ciência e tecnologia
Almejamos as garrafa que brilha o zóio das prima
Compramos o que não precisamos
Com dinheiro que não temos
Pra impressionar quem não gostamos
E no fim vê que nem vivemos óh

Onde nós vai chegar tio será que ninguém vê?
Que tudo em excesso mata você
Que tudo em excesso mata você!
Onde nós vai chegar tio será que ninguém vê?
Que tudo em excesso mata você
Que tudo em excesso mata você!

Na democracia onde a meta é não te dá um livro pra ler
O convite num é pra festa de 15, é pro chá de bebê
E é sempre a mesma fita sempre o que resume a gente
Frustração, desemprego, crime e os drinque na mente
Pior é vê que o b.ó que matou a mãe de desgosto
Foi só pra chega nos pancadão de pisante novo
"Cê é loco tiozão, o sofrimento é cabuloso
Logo mais nois tamo ai com os kit na pista de novo"
Raro feito conclusão de ensino médio, rapaz
É não ver na função o mesmo que juro nunca mais
"Também, fazer o que né,sabe como é
Nós é o certo pelo certo e seja o que Deus quiser
Tem que chega nas preza, o fluxo tá cheio delas
O sol nasce pra todos tru, pro justo e pros comédia
É nois e tamu junto, ráh...se tá tudo na merda
Saca um real a mais e até sua sombra te inveja"
Bem essas infelizmente, aqui não é diferente mano
Sem hipocrisia titio sem passa um pano
Porém que fique claro que exemplo de finado é mato
E nunca vi final feliz pra quem as glock equipa os carro
O que mata os Malcon, Luter King aqui não é polícia
É vê os menor perdidos feliz sem perspectiva
Entre sonhos e crime na estrada das lágrimas
Essa é a idílica saga dos parça...A crônica do nada!

Onde nós vai chegar tio será que ninguém vê?
Que tudo em excesso mata você
Que tudo em excesso mata você!
Onde nós vai chegar tio será que ninguém vê?
Que tudo em excesso mata você
Que tudo em excesso mata você!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados