Nétional Graffic

Barrako 27

Venho do parque jurássico
Pra este parque infantil
Porque o parque de diversões
Fecha as portas em abril

Vou criar um canal
Mais radical que a sic
Sobre o hiphop nacional
Ao estilo nétional grafic

Que filme claro
Em full Hd, 3 dimensões
sou como a raposa Velha
no meio de leões

Vitimas de caçadores
Furtivos, pela pasta
Dos promotores que só promovem
Toda a bosta

Esta logico, que vivem num
Jardim zoológico
Alterados com os químicos
Vendidos com biológicos

Há quem seja ovelha dolly
Há quem seja ovelha negra
Os clones dão nas vistas
Por fugirem a regra

Os selvagens são domados
Pelo chicote da industria
Bem alimentados, engordados
Pra matança

Todos juntos na alcateia
Em busca de liderança
Só vestem a pele de lobo
Todos querem ser o alfa

Só pensam em comer
Em foder, não tem coração
Essa raça será caça
Ate á extinção

É a selva urbana
Mil macacos uma banana
Enquanto os cães ladram
Passo na minha caravana

Se eu fosse católico
Neste hiphop punha a cruz
Sigo o meu caminho, não
Não sigo manadas de gnous

Não sou camaleão
Nem mudo de cor
O amor a camisola
É avassalador

Sintonizem a frequência
Informação num só clique
Cultura selvagem
Nétional grafic

Há muita cobra, venenosa
Serpente traiçoeira
Quando das por ela
Esta rastejando a tua beira

Ao cheiro das vibrações
Mudam de pele por interesse
Cheira a erva ou a cifrões
Como se eu alguma coisa devesse

Deixo pegadas no deserto
Resisto como um camelo
Chego á idade polar
No meu navio quebra gelo

Zona inóspita
A cultura dos manos dos manos
Só fulanos e sicranos
Figuram nos grandes planos

Tipo trump, vai tudo
Á frente, nacional é bom
Os promotores fazem o muro
E os fãs pagam com

Ilusão, contrafação
É tudo cenário
Encenado pelos media
Ou por qualquer otário

Sou signatário
Deixo o meu legado em documento
Faço um inventario
Zero no facturamento

Escrevo rimas de culto
Só entendidas por um adulto
A minha pena
Termina com um indulto

Dava um documentário
Selvaticamente real
R.A.P mais colorido
Do que a aurora boreal

Será comido o areal
Nessa praia, pelas marés
Como esta arte sugadinha
Pelos vampiros

É só fachada
Por dentro são, podres
Sei que o meu nome é anedota
Na mesa dos lordes

O meu canal será real
Mais do que a casa sem segredos
É o hiphop em estado
Cativeiro e seus degredos

Sintonizem a frequência
Informação num só clique
Cultura selvagem
Nétional grafic
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados