Velha Tendinha

Fernanda Maria

Junto ao arco da bandeira
Há uma loja "a tendinha"
De aspecto rasca e banal;
Na história da bebedeira
Aquela casa velhinha
É um padrão imortal.

Refrão

Velha taberna,
Nesta lisboa moderna,
É a tasca humilde, eterna
Que manténs a tradiçao;
Velha tendinha,
És o templo da "pinguinha",
Dos dois brancos, da gimbrinha,
Da boémia e do pifão.

Noutros tempos, os fadistas
Vinham já grossos das hortas,
P'ra o seu balcão caturrar;
Os fidalgos e os artistas
Iam p'r'ali horas mortas,
Ouvir o fado e cantar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados