Samba-enredo 2005 - Brasil: se Deus é por nós, quem será contra nós?

G.R.C.S. Império de Casa Verde (SP)

Desbravando o continente
Voando, numa nave espacial
Vejo o fim do então primeiro mundo
O medo do futuro é universal
É nova era
O ser humano se transforma em munição
Parece até que é brincadeira
Tudo por um pedacinho assim de chão
Vaca louca adoidado, até frango ta gripado
Veja só que ironia, o alerta é geral
Bate forte bateria, eu quero é carnaval

Sou mais você Brasil
Ó pátria mãe gentil (bis)
Esculturada por nosso Senhor
Terra do samba e do amor

É lindo ver meu povo brasileiro
Otimista e guerreiro
Nunca perde a esperança
Sempre se virando como pode
Quem não pode se sacode
Em busca do seu ideal
Por falar em sonhos e conquistas
Eis um nobre idealista
Revolucionário imperial
Saudade, vá de encontro ao infinito
Nesse imenso azul e branco
Que hoje serve de manto
Pra esse ser iluminado
Que ao lado de Deus
Se faz presente na avenida
Eterna estrela dos meus carnavais
Valeu, descanse em paz

Amanheceu
Desperta amor, é um novo dia (bis)
E com o Sol vem meu Império
Nesse sagrado paraíso da alegria
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados