Tantos Egos

Lou (BR)

olitário caminha no deserto
Um caminho incerto
Escorpião venenoso
Ataque e fere, triunfo
E de novo solidão
Reinando só
Sem amor, nem chegados
Tolo como um pavão
Infalível não vê ninguém
Jamais a si
Exibindo-se as tempestades
Na tolice da arrogância
São tantos egos
Não da para levar o andor
Tantos egos
É que eu sou um pecador
Tantos egos
Quem me criou Ogum e Xangô
Distraída você insiste
Em me sintonizar
Você não entende a minha timidez
Eu me recuso a falar
Palavras reprimidas
Com medo do seu amplifica dor
Gestos suprimidos
Embaçando o meu visor
Eu xingo, eu rasgo, eu brigo.
Eu falo, eu calo, eu mudo.
Eu acho, eu faço, eu abro.
Tantos egos
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados