Erro Judiciario

Luiz Faria e Silva Neto

Nosso país tem remorso e tristeza em seu cenário
Um grave acontecimento manchou o seu calendário
Foi lá em Araguari num erro judiciário que uma família sofreu
o rigor penitenciário
Seus filhos como se fossem assassinos sanguinários
Detidos injustamente, sofreram sendo inocentes
igual Jesus no calvário.


Joaquim Naves era sócio e amigo de Benedito
Que por azar nos negócios traçou um plano esquisito
Sumiu sem deixar recado nem falado e nem escrito
Sebastião e Joaquim Naves ficaram bastante aflitos
Deram parte na polícia suspeitando de um delito
Mas para averiguação prenderam os dois irmãos
Causando um grande conflito


Os dois jamais esperavam o terrível desatino
Por medo e desespero, choravam feito meninos
O delegado do caso supeitou de latrocínio
E sem ter nenhuma prova abusou do raciocínio
E fez com que os irmãos Naves
mudassem os seus destinos
Presos e seviciados, confessaram obrigados
Que eram os assassinos.


Não encontrando o corpo não saiam da prisão
Sua mãe tambem foi presa, na fria investigação
Sem saber do que tratava, de joelhos pelo chão
Aquilo que ela assistia feria seu coração
Via seus filhos queridos,que lhe pediam benção
Bem ali na frente dela, apanhar do sentinela
Na mais cruel judiação.


Não há mais crime sem prova,
deste caso a lei nasceu
Neste erro clamoroso,vejam o que aconteceu
Treze anos na cadeia, Joaquim Naves faleceu
E com tanto sofrimento sua mãe tambem morreu
Dezesseis anos de pena Sebastião sobreviveu
Só foi posto em liberdade, quando vivo na cidade
Benedito apareceu.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados