Corrente de Água Doce

Lurdez da Luz

Fui me deitar, com o sol em pé
Era mais de cinco
Logo acordar
Pra ir pra labuta com afinco
Deixa eu falar
Meu teto não é de vidro, é de zinco
Exagerar
Colar, anel, pulseira e brinco

A noite cai
Água doce vira ouro
Que forjou uma corrente que carrego no pescoço
Nos meus 'pulso' amarrei uma fita feita de 'côro'
Nas 'oreia', um par de argola
No peito, um nome de moço

Me deixa

Me deixa
Meu teto não é de vidro, é de zinco
Me deixa

Me deixa
Colar, anel, pulseira e brinco
Me deixa

Me deixa
Que eu pego o trem e é dez pras cinco
Me deixa

Me deixa
Colar, anel, pulseira e brinco

Ore ye ye yo,
Ore ye ye yo

Eu vou descer
Vou retomar depois das cinco
Vou me arrumar como se vai no mar
Se vai sem trinco
Vou estrear a beca nova
Vou no vinco
De branco solar
Que atravessa o vidro e esquente o zinco

Me deixa
Meu teto não é de vidro, é de zinco
Me deixa

Me deixa
Colar, anel, pulseira e brinco
Me deixa

Me deixa
Que eu pego o trem e é dez pras cinco
Me deixa

Me deixa
Colar, anel, pulseira e brinco

Ore ye ye yo,
Ore ye ye yo

(ah, ore ye yo!)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados