Gana

Lurdez da Luz

To aqui pra desfrutar minha cota do maná
To aqui pra desfrutar minha cota do maná
To aqui pra desfrutar minha cota do maná
Minha cota do maná, minha cota do maná

Não é pro rola, manja
Nem pelo rolê da ganja
Isso rola, é mole, é canja
Tudo aí é pra já
Pra poder lidar com naja, chapa, tem que ser ninja
Descobri que sou uma anja, com Deus vou comer manjar
Se a mina é pá, pra que minar?
Se a mina é pá, pra que minar?
Se a mina é pá, pra que minar?
Se a mina é pá, pra que minar?

Deselegante na approuch
Quem mesmo foi que te trouxe?
Não é do seus lucros, seus luxos
Pro que você pensa eu me lixo
Onde eu aposto minhas fichas
Como eu vendo meu peixe
Pra que que você quer saber, oxe

Tem que tá na gana, tem que tá na gana, mana
Tem que tá na gana, tem que tá, tem que tá

To aqui pra desfrutar minha cota do maná
To aqui pra desfrutar minha cota do maná
To aqui pra desfrutar minha cota do maná
Minha cota do maná, minha cota do maná

Não é sede de vingança, é de justiça
Minha sede, tipo ouro, que volta pra mão do povo nas correntes
Tem que tá na gana, tem que tá na gana mana
Tem que tá na gana, tem que tá, tem que tá

Não confunde com ganância, que ideia, não é essa
Paraíso na Suíça, é só flow na conta corrente
Tem que tá na gana, tem que tá na gana, mana
Tem que tá na gana, tem que tá, tem que tá

Império gana, não se ergue do gado, da soja ou da cana
Nem do diamante, estanho ou arma
Não é feito de cimento, nasce da lama
Eu sou Luana, lembra do meu nome pode chamar
Lembra do meu nome pode chamar
Lembra do meu nome pode chamar
Lembra do meu nome pode chamar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados