Paixão de Caboclo

Nhô Belarmino e Nhâ Gabriela

Ai como é triste uma saudade, minha gente
Num pobre peito de quem ama e tem paixão
Quando eu recordo a minha felicidade
Sinto saudade dentro do meu coração
Quando eu recordo a minha felicidade
Sinto saudade dentro do meu coração

Que triste sorte trouxe eu por este mundo
Vivo cantando pra esquecer quem me amou
Tenho razão de me queixar da minha sina
Porque a menina que eu amava me deixou
Tenho razão de me queixar da minha sina
Porque a menina que eu amava me deixou

Pois eu bem sei que sou caboclo, sou matuto
Mas também amo, também tenho coração
Ela esperou que eu então me apaixonasse
Para depois me fazer ingratidão
Ela esperou que eu então me apaixonasse
Para depois me fazer ingratidão

A ingratidão vai no peito de quem ama
É fogo em chama que provoca tanta dor
Eu vivo triste lamentando a minha sorte
Prefiro a morte que perder o meu amor
Eu vivo triste lamentando a minha sorte
Prefiro a morte que perder o meu amor

Adeus, adeus, eu vou partir para bem longe
Pra muito longe onde não tem falsidade
Eu vou voltar para o meu ranchinho velho
Lá no meu rancho eu vou chorar minha saudade
Eu vou voltar para o meu ranchinho velho
Lá no meu rancho eu vou chorar minha saudade
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados