Sala Branca

Blind Guardian

Numa sala branca
Com cortinas negras
Perto da estação
País de telhados pretos
Sem pavimentos dourados
Estorninhos cansados
Cavalos prateados
Descem por raios de lua
Nos seus olhos escuros
Sorriso de alvorada
Quando você partir
Meu contentamento
Eu esperarei neste lugar
Onde o sol nunca brilha
Esperar nesse lugar
Onde as sombras fogem de si mesmas

Você disse que nada
Poderia te segurar
Na estação
Bilhetes de plataforma
Diesels indomáveis
Adeus janelas
Entrou
Um tempo tão triste
Na estação
Enquanto eu saía
Senti minha própria necessidade
Apenas começando

Eu esperarei na fila
Quando os trens voltarem
Jazer com você
Onde as sombras fogem de si mesmas

Na festa
Ela era gentileza
Na multidão dura
Consolação
Pelas velhas feridas
Agora esquecidas
Tigres amarelos
Agaixados nas selvas
Nos olhos escuros dela
Ela está apenas se vestindo
Adeus janelas
Estorninhos cansados

Eu dormirei neste lugar
Com a multidão solitária
A vida no escuro
Onde as sombras fogem de si mesmas

(Eu te amo, Caro)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados