Perfume

Juliana Spanevello

Acordas quando me achego na paz das horas morenas
Tentando achar novos poemas das tuas paixões de cantor
Talvez fazendo pedidos pra luz maior da boieira
Talvez trazendo as estrelas pra iluminar nosso amor

É tão estranho o limite que há entre o céu e o abraço
Por que me perco no espaço em cada gole de ti
È tão estranho, perfume, que me levou aos pouquinhos
No rastro dos teus caminhos, no beijo de um colibri

O teu perfume me enlouquece, me espanta
Se a loucura não é santa
Sei que é santo esse querer
Pois teu perfume é feitiço dos mais puros
Mostrando o rumo seguro de sonhar e de viver

Às vezes sentes meus sonhos e acordas cada sentido
De um jeito meio atrevido que faz meu peito vibrar
Quem dera ter nessa hora mais clara que o próprio dia
Eu lhe fizesse poesia pra em tua voz me abrigar

E assim escrevo destino traçando as linhas da vida
Mostrando a força incontida de um sonho que eu reparti
Buscando a flor do perfume que me levou aos pouquinhos
No rastro dos teus carinhos, no beijo de um colibri

O teu perfume me enlouquece, me espanta
Se a loucura não é santa
Sei que é santo esse querer
Pois teu perfume é feitiço dos mais puros
Mostrando o rumo seguro de sonhar e de viver
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados