Ouvir Música

Quarenta Quilos de Amor

Léo Canhoto e Robertinho

Eu me casei com uma linda professora
O nome dela eu não digo, não senhor
Ela é magrinha, é baixinha, mas é linda
Pesa somente quarenta quilos de amor

Eu sou valente, o meu nome é?topa tudo?
Sou conhecido como um cara brigador
Porém a minha mulherzinha me domina
Por ela sou apaixonado e sofredor

Eu já briguei com trinta homens num boteco
Bati em doze, pus o resto pra correr
Voltei pra casa com a banca de valente
Meu benzinho de repente começou a me dizer

Onde é que você estava?
Eu estava aí no boteco tomando umas e outras,
Fiz uma briga, botei todo mundo pra correr
Não me interessa, você pode ser bravo lá no boteco,
Mas aqui em casa quem manda sou eu, está bom assim?
Está certo, meu bem
Não quero saber de conversa,
Cale essa boca senão eu lhe sento a mão no fucinho, entendeu?
Está bem, querida
Vamos, fora daqui, fora, fora já disse. Rua de uma vez, fora!
Mas meu bem!
Nada de meu bem, suma, já disse, rua!
É, vou no boteco beber mais uma?

Homem valente comigo não cava nada
Eu prego fogo e dou pancada pra valer
Pobre do cara que cruzar o meu caminho
Ele não vê o novo dia amanhecer

Agora vou pra minha casa bem depressa
Meu amorzinho por mim vive a esperar
Vou abraçá-la e dizer lhe com ternura
Minha querida, vim aqui pra lhe beijar

Benzinho, cheguei!
Onde é que você estava?
Eu dava dando uma voltinhas aí pelas quebradas,
Agora vim aqui pra lhe beijar, tá bom?
Beijar coisa nenhuma, suma daqui vamos,
Suma e não volte mais
Mas benzinho, eu sou um cara bravo, hem!
Eu não quero saber se é bravo ou não,
Desapareça de uma vez desta casa
É, vou no boteco beber mais uma
Eu sou um cara bravo, mora!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados