Ouvir Música

Lua Prateada

Silveira e Silveirinha

É altas horas já é madrugada
é noite fria e eu já vou partindo
lá bem distante pego a recordar
a despedida e as lágrimas caídas

Vou soluçando pela estrada afora
no troteado do meu alazão
o galo canta lá no pé da serra
e o gado berra lá no paiadão

A lua cheia lá no céu clareia
Iluminando as verdes matas
o meu ruzio pisando macio
silencioso das quatro patas

Da reta estranha cortando as montanhas
Eu vejo ao longe aquela ingrata

vou protegido pela luz prateada
cortando as estrada
a saudade me maltrata (2x)

"Vou deixando esta terra
o meu destino é viajar
destante desta moçada a saudade vem apertar
adeus morena bonita
um dia eu volto pra te buscar"
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados