Samba-Enredo 2007 - De Fio a Fio Na Real, Pa-ra-lá, Pa-ra-alí - Paracambi

G.R.E.S. Acadêmicos do Cubango (RJ)

Eu sou cubango amor ô ô
Paracambi, meu bosque em flor
Eu sou cubango amor ô ô
Paracambi, meu bosque em flor
Um canto vai ecoar, o curió faz-se ouvir
Com a verde e branco na Sapucaí

Terra dominada pelos índios
Local de caça e pesca
No Rio dos Macacos minha origem nascerá
Na colonização, o jesuíta construindo faz brotar
A nova luz, para ao futuro me guiar
Fazenda Santa Cruz, o meu pilar
O bravo bandeirante desbrava o meu chão
Em busca de riquezas naturais
A caminho das Minas Gerais
Na força de uma raça, lamento e escravidão
O ciclo do café enriquecendo a região

E nesse vai e vem, de lá pra cá
Lá vem o trem pra estação
E nesse vai e vem, de lá pra cá
Lá vem o trem pra estação
Com o progresso da industrial revolução

O imigrante ao chegar
Se encantou, foi divinal
Foi erguendo seu mundo
Na Companhia Têxtil Brasil Industrial
De fio a fio na real, teci o amor no coração
Qualidade de vida em meu berço
É cultura da população
Em minhas matas verdejar
Em águas claras me " banhar
Na fábrica de sonhos despertar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados