A Coroa do Rei Não É de Ouro Nem de Prata

G.R.E.S. Acadêmicos do Cubango (RJ)

Longe da terra
Tem sua aldeia
Corre nas veias do negro
Sangue de rei - bis

A lágrima rolou
Dos olhos do negro um dia
Quando alguém o acorrentou
Roubando a sua alegria
Todo o lamento
Eu truxe da senzala pra cá
Juntei ao contentamento
Império do marangá

Trilhou o negro por caminhos de opressão
Ansiando seus costumes
Sua paz libertação - bis

Da terra que laboreou deu ouro
Para os ricos senhores
Deu tronco para os escravos
Prata fina pros feitores - bis


No pensamento do negro
A liberdade vagueia
Surge o sonhado quilombo
Em noites de lua cheia
Que judiaria
Quando a expedição chegou
Voltam para o cativeiro
Felicidade tem o tempo de uma flor
O sino da capela badalou
Ao longe a passarada revoou
Lágrimas de alegria
Livre o preto velho que dançou
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados