Tango do Antigamente

JP Simões

Eu nunca suspirei
Nunca te adorei
Eu nunca quis saber
Eu nunca te quis bem
Eu fingi ter prazer, gritei, pus-me a gemer
Mas nunca desliguei pensei sempre em sair
Fugir, ir-me encontrar com estranhos nalgum bar
Gozar, rir-me de ti.

Agora ele:
Eu nunca suspirei
Nunca te adorei
Eu nunca quis saber
Eu nunca te quis bem
Mais que a um saco de prazer
Um bicho de salão com modos de pavão.
Pensei em passear-te por galerias de arte
Na trela como um cão.
Um vício um precipício - cio.

Foi tanta porcaria tornou-se natural
E por toda a cidade fez-se prática normal
Falar dos velhos tempos com grande exaltação
Encher de fancarias a má decoração
Tantos verões de amor azul como na televisão

Eu era uma princesa actriz.
Eu era um rei feliz.

Mente ao antigamente mente
Contente e constantemente
como antigamente.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados