O Menino Negativo

JP Simões

Hoje canta a chuva e o trovão
Canta a vaga agreste, o mar
O menino não pode dormir
Mas tem medo de acordar
Hoje o pássaro não canta
Não se vê ninguém na praça
Hoje o dia nunca vai nascer
Perdeu-se na imensidão
O menino quer desaparecer
Por baixo do turbilhão

Hoje brilha a luz, a fruta, o deus
Dançam mulheres mil canduras
O menino só consegue ver
O fundo dessas figuras
Vê do tempo a despedida
Do azul vê a lonjura
O menino nunca vai morrer
Não tem história, é só ficção
O seu corpo é um antro de prazer
Esquecimento em combustão

Nem amor, nada te cura
Ninguém sabe se a loucura terá fundo
Mas acorda, acorda e canta
Até que a tua boca cante o mundo
Cante o mundo
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados