Fábula Bêbada

JP Simões

Só quem saltasse o grande muro poderia ver no escuro o puro amor
E a cidade
Que venera novidades
Pôs-se aos saltos por aí
E foi tropeçar
Bêbada
No seu bordel

Só quem saltasse o puro escuro poderia ver no muro o grande amor
E a cidade
Que venera novidades
Pôs-se às cegas por aí
E foi descambar
Bêbada
Na contramão

Só quem pudesse amar um muro ia andar assim no escuro a saltar
E a cidade
Que venera novidades
Beijou prédios, vedações,
Bancos, transacções,
Bêbada
De construcções

Só quem amasse o escuro puro poderia ter um muro para saltar
E a cidade
Que venera novidades
Ergueu novas catedrais
Naves espaciais
Bêbada
De tanto céu

Só quem amasse o puro salto lá do muro escuro e alto ia amar
E a cidade
Que venera novidades
Nunca pode resistir
Teve de explodir
Bêbada
Até ao fim
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados