Ouvir Música

O Grande Companheiro

Liu e Léu

Dizem que violeiro goza, mais violeiro é quem padece
É violeiro que faz moda dos causos que acontece
Quem escutar os meus versos lágrimas dos olhos desce
Perdemos um grande amigo que o sertão jamais esquece
Muita gente não aguenta, coração mole arrebenta, coração duro amolece

Nosso grande Teddy Vieira que a todos queria bem
Não reside mais na terra foi morar lá no além
O sertão de ponta a ponta chora comigo também
Nos quatro cantos da pátria, não quero magoar ninguém
Mas vou usar de franqueza, campeando com vela acesa, um outro Teddy não tem

Da música sertaneja Teddy foi um defensor
É duro seguir na luta sentindo tamanha dor
Ele dava a mão a todos violeiro e compositor
Tem muita gente de fama que subiu com seu favor
Um grande amigo do peito, nunca teve preconceito nem de raça nem de cor

Na suas veias corria sangue puro brasileiro
Era sangue de caboclo era sangue de violeiro
Dos versos que ele deixou valem mais dinheiro
Morre o homem e fica a fama, é um ditado verdadeiro
Embora com muito custo, nós vamos erguer um busto deste grande companheiro

Adeus meu parceiro de composição
Adeus companheiro do meu coração
O velho berrante chorou no sertão
Tocando silêncio da imensidão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados