Evita (part. Drik Barbosa)

Marcello Gugu

Ela nasce como o sol, que não para nem descansa
Tem os olhos melindrosos e afãs de esperança

Tem cheiro de carnaval, mágoas de ingratidão
Escreve hinos de amor na linguagem do alcorão

Seu pranto é a guerra em borrão, distração do elogio
E sua voz cria o silêncio mais alto que já se ouviu

Das sobras dos anos faz planos, perspectiva
É procissão na escuridão de corações a deriva

Talvez escrava do ontem, porém dona do amanhã
A romaria da história fomenta a rebeldia vã

Seus fiapos de sonho são nossa crença diária
Vivência em front tropical feito de chumbo e malária

Sua morada é o coração de marinheiros sem portos
Sua bandeira tem a cor da dor de soldados mortos

E apesar de tantos corpos meu povo não perde a fé
E me ensinou a ser o anseio que o mundo aplaude de pé.

Ela é luta ela é força ela é paz
Ela causa inspiração, revolução no coração
Motivação que tem demais
Ela é paz, ela causa inspiração, motivação no coração
Revolução pro bem.

Ela é maria bonita e evita peron
Seu povo é lindo, mas não tá nas cores da beneton

Viva la revolucion onde minutos criam karmas
Teus filhos pregam a paz, mas carregavam armas

Nunca foi general, mas sua linha de frente
Se justifica pelo fato de morrer pela gente

Carrega o caos em luz de laje e moto de fuga
E suas ações são no nascimento de sirenes na madruga

Recria passados em lagrimas de cristais
É arma química, poema, circos e tribunais

A essência da jihad sem osama e sem bush
É flamula, fallujah, farpas e coqueluche

O peso nas mãos de uma criança palestina
A prece pra que as ruas do céu não tenham esquinas

Traz combates perdidos no eco da sua voz
E me fez o veterano que enterrou um pelotão de heróis.

Ela é luta ela é força ela é paz
Ela causa inspiração, revolução no coração
Motivação que tem demais
Ela é paz, ela causa inspiração, motivação no coração
Revolução pro bem.

Somos maiores que promos e que domos de fama
A rua me ensinou que holofotes não ascendem chamas

Entre fios e tramas derriés e hi fis
A gente morre cedo porque vive rápido demais

Antraz e carmesim, púrpura e estofo
Aprendemos éticas de guerra através de deboches fofos

Roteiro de um impulso incendiário
Que diz que existem poucos de nós porque a vaidade enterrou vários

Pra ela, amores vão e vem sempre foi assim
Couraça de bravura fecha um peito de cetim

Pra mim, ela é tudo que temos
Capaz de nos tornar do tamanho daquilo que queremos

Tem noites de holocausto, manhãs de redenção
Cada dia é um nascimento e ela é transformação

A mudança é sua parteira, no sereno faz partida
Tem o combate como cura e sua batalha é pela vida.

Ela é luta ela é força ela é paz
Ela causa inspiração, revolução no coração
Motivação que tem demais
Ela é paz, ela causa inspiração, motivação no coração
Revolução pro bem.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados