Ouvir Música

A Peso da Dor

Mensageiros da Profecia

As pessoas valorizam mais oque eu tenho do que oque eu sou
Mais existia alguém que me amava pelo oque eu sou
Alguém que era capaz de olhar dentro dos meus olhos
E me enxergar como realmente eu sou, ou melhor, eu era
Quando ela deixou de existir eu deixei de existir também

Meu contador me diz que estou muito bem
Meu bem diz que me ama muito
Eles me adoram sabem que esse amor só gera lucro
Amigos e mulher que o dinheiro pode comprar
Felicidade que as viagens e os bens pode dar
Não é o suficiente como eu vivo angustiado
O anti depressivo não ameniza meu quadro
Que se agravou quando ela morreu
Pois quando eu estava com ela eu realmente poderia ser eu
Me sinto preso em outro corpo e esse é o problema
Me sinto um personagem e hoje é a ultima cena
Sem público cenário triste ao redor
Se a pergunta é se tudo vai bem, vou de mal a pior
todos os meus bens e as minha contas
Não comprou o sorriso
Talvez o nada traria o tudo que preciso
E o tudo que eu preciso um dia viraria nada
Nada ameniza a dor que sinto e é isso que me mata
Parece que sou invisível perante aos demais
Parece que somente a morte me traria paz
Parece que a felicidade é só ilusão
Mais só parece a depressão não pode ter razão

Aaah!
Arranca de mim esse peso
Tira de mim essa dor
Leva esse fardo daqui
E aqui mesmo que essa dor insista em ficar
E a diversidade não queira passar
Em mim existi um mapa desse mal caminho
Onde eu me perdi

Já tive um emprego
Fui um pai pro meus filhos um marido pra minha mulher
Hoje eu sou um homem desempregado
o álcool me fez uma vergonha, resumindo hoje eu não sou nada

Me lembro da frase na crise o corte é necessário
Fui pra rua correr atrás de um mínimo salário
Sem êxito desesperado vence as prestações
Fui vencido no álcool afoguei minhas frustrações
E vi dos olhos dos meus filhos apagar o brilho
Outrora eu era herói agora um homem rendido
Me perdoe meu ato covarde que é de quem se entrega
Só queria enxerga o lado bom em meio as trevas
Angustiante ver que os dias maus se arrastam
Que o tempo bom não vem temo que os maus ventos tragam
Outro motivo pra eu emotivo ser mais depressivo
Cade o sorriso do meu grande amor que me mantinha vivo
Não sei talvez as horas extras fadigaram
Hoje é ela que matem os poucos bens que nos restaram
Sensação de ter muro intransponível na minha frente
Não vejo o horizonte me sinto tão impotente
O fim somente o fim me parece acalanto
Solução pros meus pesares para minha alma em pranto
Preencher esse vazio e que nunca mais volte
Eu só queria que meu projeto de paz não fosse a morte

Aaah!
Arranca de mim esse peso
Tira de mim essa dor
Leva esse fardo daqui
E aqui mesmo que essa dor insista em ficar
E a diversidade não queira passar
Em mim existi um mapa desse mal caminho
Onde eu me perdi

Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados