Ouvir Música

Ele Vai Julgar

Mensageiros da Profecia

Vi um grande trono branco, e o mestre assentado lá
Todos tentaram fugir, mas não se achou lugar
Se ele sondar os corações, então não dá pra o enganar
Tudo o que fez e não fez, o Senhor vai julgar

Oh! Deus de Abraão, Deus de Isaque, Deus de Jacó
Quão gloriosa é a visão do seu trono!
Senhor, e eu vejo todos os meus inimigos presente aqui
para contemplar a minha vitória!
Tu sabes Senhor, o quanto eu chorei
E o quanto eu paguei o preço pelo ministério, Senhor!
Hoje eu vejo todos aqueles que me abandonaram aqui, Senhor!
Esses pecadores não sabem da minha história, Senhor
Mas eu vou contar

Meu bom Senhor, fui instrumento da sua vontade na terra
Curei multidões, levei a luz onde haviam trevas
Dos pecadores me distanciei, passei bem longe
Um profeta, orei, jejuei, busquei no monte
Fiz sinais, sim, prodígios e maravilhas
Dom de cura, milagres, línguas e profecias
Pelo avanço da igreja, com minha força, foi levantado
Um majestoso templo, e Satanás foi envergonhado
Diferencial das ofertas em seu altar
Me trouxeram prosperidade e salvaram o meu lar
Fui um referencial, o mundo não entrou na minha igreja
Preocupado cuidei da aparência das minhas ovelhas
Criticado sim, espírito de rebeldia
Não importava, porque santidade é o que eu queria
Há quem diga que só o coração que importa
Mas passarei com o meu corpo inteiro por essas portas
E andarei pelas ruas de ouro da eternidade
Por ter o coração humilde, contemplarei sua face
E este é o prêmio por ter te servido de verdade!
- Apartai-vos de mim vós que pratica a iniquidade!

Não acredito que você ganhou o mundo e se perdeu
Agora é hora ele vai julgar
Fingiu, mentiu, se corrompeu
Ao mundo inteiro se vendeu
Mas ao Senhor não dá pra enganar

Com suas obras tentou comprar o que de graça te dei
Desprezou os pecadores, aqueles que tanto amei
Diz ter curado, profetizado, de fato isso eu vi
Equivocado se gaba de algo que fui eu quem fiz
Percebeu que esses sinais multidões arrastavam
Queria fazer a toda hora mesmo quando eu não te usava
Aos derrotados deu vitória, os pobres se tornaram ricos
E os que se encontravam no seu rebanho se tornaram perdidos
Agora, vai dar conta de cada ovelha que perdeu
Por me negar perante os homens, te negarei perante Deus
Me buscou no monte, mas não me levou pra sua casa
Tudo o que fez foi por você, por mim não fizeste nada
Oprimiu o povo com as doutrina que criou
Doutrinas de iniquidade que esfriou o amor
Preferiu obras ao invés de alma transformada
Mas sem amor nenhuma dessas obras valeram nada
Você agasalhado, e eu dormindo ao relento
- Quando eu te vi nessa situação Senhor? Eu não me lembro
Se desprezou o seu irmão, também me desprezou
Eu te chamei, você fingiu que não me escutou
Te chamei, nas ruas para me alimentar
Te chamei, em minha doença para vir me visitar
Te chamei, sozinho, aflito sem ter ninguém por mim
Cansei de tanto te chamar, por isso eu não te escolhi!

Não acredito que você ganhou o mundo e se perdeu
Agora é hora ele vai julgar
Fingiu, mentiu, se corrompeu
Ao mundo inteiro se vendeu
Mas ao Senhor não dá pra enganar

Vi um grande trono branco, e o mestre assentado lá
Todos tentaram fugir, mas não se achou lugar
Se ele sondar os corações, então não dá pra o enganar
Tudo o que fez e não fez, o Senhor vai julgar

Não acredito que você ganhou o mundo e se perdeu
Agora é hora ele vai julgar
Fingiu, mentiu, se corrompeu
Ao mundo inteiro se vendeu
Mas ao Senhor não dá pra enganar

Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados