Sem Caô, Sem Simpatia

Viela 17

Vou pro baile, esse é meu frevo
Vou pro baile, esse e meu frevo
Vou no caô, sem simpatia, morô primo
Ta sem conceito, sem respeito, falou doutor
A vida segue, nesse rumo, se liga irmão
Ceilândia norte um lugar, sem vacilação

Eu não faço nada, pra fazer media com os bruxos
Sem moral pra pela saco, vagabundo pobre imundo
Passo desapercebido, fico ligadão na quina
Passo todo ódio em frente, sempre vou pra cima firma
Honro toda glória a Ceilândia minha quebra
Tem pedra no caminho, o meu Nike sempre quebra
O sonho nunca cessa, não esgota, não dispersa
A quem tenho respeito, lealdade que completa
Propenso a ser vilão, toca na cara, a lupa escura
Bater de frente é a meta vagabundo não recua
Pros atrasa lado não estendo as minhas mãos
Tem brilho no escuro, salve salve expansão
Fundão pra quem tem brio, bolado sempre no covio
Armado com a fé, axé pra quem nunca me viu
Passando como um rato nas vielas mais temidas
Assim começa o jogo sai da reta ou cai pra cima
Franzino desde sempre, o grisalho o caguete
Minha atitude fecha com quem fecha com a gente
Se falo que o bonde tá pesado bote fé
Pra quem é bamba louco, nem moral da pra mané

Vou no caô, sem simpatia, morô primo
Ta sem conceito, sem respeito, falou doutor
A vida segue, nesse rumo, se liga irmão
Ceilândia norte um lugar, sem vacilação
Vou pro baile
Esse é meu frevo
Vou pro baile
Vou

Eu tô ligado vei, eu tô bolado pra caralho
Com os bico tô arisco, mas eu sigo e não atrapalho
Em área de batalha o conflito se encaixa
Sem freio, a corrente fortalece vem encara
Sou de raça ruim, de raça boa tanto faz
Eu sou de guerra bruta ou de paz pra quem é de paz
Favela sou um líder, um espelho pros moleque
Pros boys sou ameaça, pro sistema que compete
Não tem caô malandro, desta água sei o gosto
Eu faço terremoto na viela, pro comédia tosco
Reviro toda praga, pro seu brinde sobra traças
Tem pra quem duvida vai tentando a sorte massa
O ponto de partida é o convite pro guerreiro
Exercito isolado, mas incluso no conceito
Nunca estou sozinho, oração me deixa em pé
Tentaram derrubar por várias vezes, mas tô firme né
Aposta no fracasso no momento estão em alta
Fico refletindo que vacilo vagabundo rala, mas tem a volta
Tudo passa, sou de sangue forte, meu mundo tudo em volta
O qg Ceilândia norte

Vou no caô, sem simpatia, morô primo
Ta sem conceito, sem respeito, falou doutor
A vida segue, nesse rumo, se liga irmão
Ceilândia norte um lugar, sem vacilação
Vou pro baile
Esse é meu frevo
Vou pro baile
Vou
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados