Minha Cabo Verde; Bioma Laboratorial do Mundo, Arquipélago no Meio do Atlântico

Tinga

Ôyeyô... Um canto negro do céu ecoou
"Batuko"... Herança quilombola, ao som do tambor!
Chegou a vila, eterna guerrreira!
Da cultura afro-brasileira!

Clama em coro zona norte,
Cantando a nossa oração
Oh... Mãe negra, raiz herdeira.
A humanidade te pede perdão
Ressoando um "batuque" de saudade
Mareja o olhar religiosa escravidão
Desaguando um mar de esperança
Exalando o "aroma natural"
Alastrado num brasil menino
Um doce perfume da liberdade
Entrelaçando a herança do destino

Tem magia no toque do atabaque
Nobreza singela da miscigenação
Linda arquitetura ancestral
"É cabo verde o nosso laço cultural"

Sentimentos a flor da pele
De pés descalços entôo a canção
Pra exaltar a minha terra,
Onde o turismo traz encanto e sedução!
Azul, vermelho e branco,
É nossa bandeira, identidade verdadeira!
Progresso natural que esquece a dor.
Me entrego à magia... Eu sou vila por amor!
De mãos dadas com a saudade aqui no alto
Minha alma desce e vai sambado pelo asfalto
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados