Ouvir Música

Décima do Bico Branco

Pedro Ortaça

Décima do Bico Branco

A todos eu peço cancha eu sou do chão colorado
Além de ser guitarreiro sou vosso amigo e criado
Vou lhes contar a historia do meu cavalo tostado
No tiro de quatro quadras sempre foi mui respeitado

Uma vez em Vacaria lá eu fui desafiado
Pra correr com Bico Branco outro cavalo afamado
Correr por sessenta contos, eu disse muito abrigado
Por menos de cento e vinte não enfreno meu tostado

A parada ficou morta cento e vinte em cada lado
Bico Branco estradeiro tratei com todo cuidado
Banhei no Rio Uruguai onde mergulha o dourado
Alfafa, pastinho verde e ração de milho quebrado

Passeando meu parelheiro chegou o dia marcado
Bico Branco entrou na cancha de fitas todo enfeitado
Tinha gente que jogava até dinheiro dobrado
Eu fui topando a parada confiando no meu tostado

Quando baixou a bandeira eu sai mais atrasado
Correndo uma quadra ou duas o Bico Branco amilhado
Quando chegou nos três, nós corria emparelhado,
Nas três e meia fiz luz, e nas quatro ganhou o tostado

Sai com dinheiro deles, eu sou peão viajado
Ganhei mais de cem carreiras percorrendo o meu estado
Tô rico, tenho uma dona que a mulher do meu agrado
E só ela que consegue montar no pingo tostado.

Só ela tem o direito de amuntar no meu tostado
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não