No Rio Grande Tem

Miro Saldanha

NO RIO GRANDE TEM
(Letra e Música: Miro Saldanha)

Eu fiz uma chamarra ligeira,
pra ver a brincadeira rolar;
é o tempo de chiar a chaleira
y la doi a quien la quiera bailar!
No tranco da batida certeira,
tem graxa na fogueira e luar;
tem gosto de comida caseira
e tem cheiro de poeira no ar!

REFRÃO
E o que, de bom, cruzar a fronteira,
peço que alguém me mande pra cá;
que eu quero me enrolar na bandeira
e levar o meu Rio Grande até lá!
que eu quero me enrolar na bandeira
e levar o meu Rio Grande até lá!

Aqui tem a morena faceira
andando pela beira do mar;
domingos de bailanta e carreira,
com gaita botoneira a roncar.
Setembro, vem a chama pioneira,
pra a festa galponeira incendiar;
a farra de tertúlia e vaneira
e a gana missioneira ao cantar!

REFRÃO

Aqui se acha festa campeira,
cultura brasileira pra dar,
carpeta, pra alegrar os calaveiras,
e serviço pra quem queira ficar;
churrasco, feito à nossa maneira,
carreta cantadeira a rodar
e amores que a guitarra manheira
não conta, nem que queira contar!

REFRÃO (bis)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados