Mescla Latina

Miro Saldanha

Há muitos sóis, muitas luas
Quando o branco aqui chegou
Chamou a terra de sua
E ao índio se misturou
Gerando um guapo charrua
Por gáucho se batizou
Forjado na Pampa nua
Trouxe a coragem que herdou
E uma altivez ainda crua
Que a liberdade ensinou

E é dessa mescla latina
Que o sangue gaúcho vem
Da xucra matriz sulina
E do bravo imigrante também
Meu povo peleou na guerra
Com cada fuzil que tinha
Pra defender esta terra
Que eu amo chamar de minha

A história escreveu balaços
Sobre paredes furadas
Pra conquistar esse espaço
Que hoje é uma terra sagrada
Quem duvidar, que dê um passo
Sobre a fronteira traçada
Tente mexer nos pedaços
Desta bandeira rasgada
E um taura chama pra o braço
Por entre as lanças quebradas!

E é dessa mescla latina
Que o sangue gaúcho vem
Da xucra matriz sulina
E do bravo imigrante também
Meu povo peleou na guerra
Com cada fuzil que tinha
Pra defender esta terra
Que eu amo chamar de minha
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados